< O que é Terapia Cognitiva Sistêmica

 

                  Funções Cognitivas e Seletividade

 

 

 

Estamos construindo constantemente interpretações da realidade. O fato real é filtrado,  transformado em função de nossas crenças, princípios, valores, expectativas de futuro, auto-conceito e sistema de atribuição para os acontecimentos; este fato real torna-se fato cognitivo. O fato cognitivo é peculiar, pessoal e próprio de cada sujeito cognoscente.

As funções cognitivas nos permitem conhecer e atuar na realidade (percepção, atenção, memória, pensamento, linguagem, etc..), operam de forma seletiva. Vejamos a atenção e a percepção, o processo atentivo e o perceber ocorre em função de nossos interesses, crenças motivadoras e experiência cultural. A memória não é um relato factual de nossa história pessoal; em função do nosso presente enfatizamos alguns aspectos e excluímos outros. A medida que nos modificamos no decorrer da vida nossa maneira de "ver " e "lembrar" nosso passado se modifica. Criamos falsas memórias, algumas pessoas confundem um sonho, um filme ou um relato de um amigo que tenha se identificado  no passado como algo que tenha efetivamente vivido. Nossa memória é extremamente "plástica", modifica-se no transcorrer da vida cenas são reeditadas: na intensidade dos estímulos, nas emoções e nos pensamentos que evocam.

Nossa construção lingüística e formulação do pensamento, obedece critérios e combinações pessoais. Selecionamos narrativas e formulações próprias, que nos permitam representar a realidade em função de nossa cultura de princípios, pressupostos e crenças.

As funções psicológicas operam com a seletividade própria de nossa estrutura cognitiva. Somos seres produtores de fatos cognitivos e atuamos em função não do fato real, mas sim destes fatos cognitivos.

A Terapia Cognitiva visa modificação no fato cognitivo, na maneira de significar e estruturar o fato real. Nossa construção do real pode nos facilitar para atingir metas e obter uma vida digna e realizadora ou esta construção pode nos levar a experimentar transtornos psicológicos, disfunções na obtenção dos resultados que esperamos.

A Terapia Cognitiva encoraja modificação nesta maneira de perceber e atentar para a vida interna e externa, bem como de nossas lembranças pessoais e de pensar nossa experiência vivida. Portanto não podemos modificar o factual (real) de nosso passado, mas podemos reconstruir nossa memória e maneira de perceber este passado. Escolhendo ativamente por uma construção mais funcional e compatível com a possibilidade de intervirmos no mundo com autonomia.

Alexandre Rivero é Especialista em Psicologia Clínica CRP-06/8815, Mestre em Psicologia Escolar e Supervisor no Consultório de Psicologia e Resignificação Humana. Rua Bom Pastor, 1715 Ipiranga - Fone: 2274-8217 - www.oconsultorio.com